Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Outros’ Category

Para conseguirmos atingir o objetivo de formarmos leitores autônomos e produtores de textos que saibam comunicar-se com sucesso, é necessário que lhes sejam dadas oportunidades de conhecer os produtos da comunicação escrita.

Segundo Paulo Freire a leitura do mundo precede sempre a leitura da palavra. Linguagem e realidade se prendem dinamicamente.

O ato de ler se veio dando na sua experiência existencial. Primeiro, a leitura do mundo, do pequeno mundo em que se movia; depois, a leitura da palavra que nem sempre, ao longo da sua escolarização, foi a leitura da palavra mundo. Na verdade, aquele mundo especial se dava a ele como o mundo de sua atividade perspectiva, por isso, mesmo como o mundo de suas primeiras leituras. Os textos, as palavras, as letras daquele contexto em cuja percepção experimentava e, quando mais o fazia, mais aumentava a capacidade de perceber se encarnavam numa série de coisas, de objetos, de sinais, cuja compreensão ia aprendendo no seu trato com eles, na sua relação com seus irmãos mais velhos e com seus pais.A leitura do seu mundo foi sempre fundamental para a compreensão da importância do ato de ler, de escrever ou de reescrevê-lo, e transformá-lo através de uma prática consciente. Esse movimento dinâmico é um dos aspectos centrais do processo de alfabetização que deveriam vir do universo vocabular dos grupos populares, expressando a sua real linguagem, carregadas da significação de sua experiência existencial e não da experiência do educador. A alfabetização é a criação ou a montagem da expressão escrita da expressão oral. Assim as palavras do povo, vinham através da leitura do mundo. Depois voltavam a eles, inseridas no que se chamou de codificações, que são representações da realidade. No fundo esse conjunto de representações de situações concretas possibilitava aos grupos populares uma leitura da leitura anterior do mundo, antes da leitura da palavra. O ato de ler implica na percepção crítica, interpretação e re-escrita do lido.

A Importância Do Ato De Ler: 22 Ed. São Paulo: Cortez, 1988.
(FREIRE, Paulo.).

Anúncios

Read Full Post »

A programação do Outubro Rosa na Maternidade-Escola Assis Chateaubriand (MEAC), do Complexo Hospitalar da UFC/Ebserh, está bem diversificada. De palestras a atendimento especializado em Mastologia, as atividades terão abertura oficial no dia 9 de outubro, às 8h30min, no auditório do Hemoce (Rua Capitão Francisco Pedro, esquina com Rua Delmiro de Farias – Rodolfo Teófilo).

Entre os destaques da programação estão uma exposição de fotos e depoimentos de pacientes com câncer de mama, um painel com espaço tira-dúvidas sobre câncer de mama, além de dicas, passeios e várias palestras sobre o tema. A programação completa está disponível no site da MEAC.

O câncer de mama é o que mais acomete mulheres no Brasil, respondendo por cerca de 25% dos casos novos a cada ano. O Instituto Nacional do Câncer (INCA) estima que em 2015 serão identificados 57.120 novos casos no País. Este câncer origina-se de uma multiplicação rápida e descontrolada das células mamárias. Quando o tumor se localiza em uma camada superficial da célula da mama não há risco de disseminação da doença e a chance de cura pode chegar a 100%. Já nos tumores chamados “invasivos” as células malignas ultrapassam essa camada superficial da célula mamária. Mesmo assim, ainda podem ser curados, principalmente quando o diagnóstico é feito precocemente.

A informação e a consciência da mama, ou seja, o conhecimento que a mulher tem da forma e das características de suas mamas, são grandes aliados para perceber quando há algo diferente. Mas a melhor forma de diagnóstico é o exame clínico realizado pelo profissional de saúde.

“Somam-se a ele os exames de imagem para aumentar a precisão e definir o melhor tratamento”, explica Josmara Furtado, chefe do Serviço de Mastologia da MEAC. No ambulatório de Mastologia, os médicos e enfermeiros da MEAC realizam, em média, 530 atendimentos ao mês. Somente de janeiro a agosto de 2015 foram feitos 4.232 atendimentos clínicos.

Fonte: Assessoria de Imprensa do Complexo Hospitalar da UFC  – fone: 85 3366 8183

Link: http://ufc.br/noticias/noticias-de-2015/7260-maternidade-escola-tera-programacao-especial-alusiva-ao-outubro-rosa (acessado 05/10/2015)

Read Full Post »

– Biblioteca Dolor Barreira

“Mãe” de toda a Rede, a Biblioteca Pública Municipal Dolor Barreira foi fundada em 1º de fevereiro de 1971. O espaço foi devolvido ao cidadão e à cidadã em abril de 2009, depois que a Biblioteca passou por uma ampla reforma para ampliação de sua estrutura física e construção de novos espaços, como o auditório e a gibiteca, e ganhou novos títulos para compor seu acervo, como publicações das editoras Cosac e Naif, Barsa Planeta, livros sobre todas as linguagens artísticas (teatro, dança e fotografia, somando um total de 15 mil volumes), livros em Braille e os cinco mil livros doados pela família do historiador Geraldo Nobre.

Na sua programação cultural mensal, a biblioteca sedia programas como Encontro com Escritor, Contação de História, Oficinas literárias, Chá de Palavras e Cena Dolor.

Biblioteca Central Dolor Barreira – Av. da Universidade, 2572 – Benfica. De segunda a sexta-feira, de 9h às 21h. Info.: 3105.1299 / 3254.3737.

– Casa Brasil da Vila União

A Sala de Leitura da Casa Brasil – Vila União é um espaço dedicado à leitura e conscientização social. Através de oficinas de escrita e leitura, confecção de brinquedos e objetos decorativos elaborados com materiais reciclados, música, filmes, brincadeiras, pintura e um diálogo livre com a comunidade, atingem especialmente crianças e jovens.

Casa Brasil Vila União – Rua Celso Tinoco, 1374 – Vila União. De segunda a sexta, de 8h às 12h e de 13h às 17h. Aos sábados, de 8h as 12h. Info.: 3433.5958.

– Casa Brasil da Granja Portugal

A Casa Brasil da Granja Portugal tem um acervo de mais de dois mil livros, com ênfase na literatura infantil, paradidáticos e enciclopédias. Voltada especialmente às crianças, a biblioteca desenvolve atividades afins como contação de histórias, jogos educativos, telecentro (informática), pinturas, desenhos, origami, construção de brinquedos artesanais e exibição de filmes em DVD. Para divulgar o espaço, os monitores da biblioteca também vão às escolas do bairro.

Casa Brasil Granja Portugal – Rua Humberto Lommeu, s/n. – Granja Portugal. De segunda a sexta, de 8h as 12h e de 14h às 18h. Info.: 3105.2308.

– Casa Brasil no Antônio Bezerra

A Biblioteca José de Alencar do bairro Antônio Bezerra está sediada na Unidade Casa Brasil Meniná Meninó. Semanalmente, realiza rodas de conversa e palestras para jovens e adultos, assim como atividades com leitura dirigida para grupos na melhor idade. Ainda desenvolve um projeto de reforço escolar para crianças de 6 a 14 anos em parceria com as escolas municipais do bairro, uma oficina de redação e orientação vocacional para os alunos do ensino médio. Também mantém um grupo de teatro.

Casa Brasil Antônio Bezerra – Rua Pio Saraiva, 168 – Antônio Bezerra. Info.: 3235.6083.

– Biblioteca do Imparh

A Biblioteca do Instituto Municipal de Pesquisa, Administração e Recursos Humanos (Imparh) foi fundada em 1974e aderiu recentemente à grande Rede de bibliotecas municipais. Ela disponibiliza um acervo de quase sete mil livros, além de 20 títulos de revistas e jornal para um público de mais de 100 pessoas por dia. O horário de funcionamento da Biblioteca do Imparh é de segunda a quinta-feira, das 8h às 20h, e às sextas-feiras, das 8h às 18h.

Biblioteca do Imparh – Av. João Pessoa, 5609 – Damas. Informações: 3433.2980

– CSU José Walter

A Biblioteca Regional do Complexo de Cidadania Adauto Bezerra (CSU) foi inaugurada recentemente. Ela conta com um acervo de mais de 800 livros para todas as idades. Para Neudina Paiva, coordenadora do CSU, esse foi mais um ganho para as mais de 300 pessoas que frequentam diariamente o lugar. “Esse era um desejo antigo da comunidade. Agora todos vão poder ler e se deleitar”, celebra.

CSU José Walter – ua 69, 191 – 2ª – José Walter. Informações: 3433.4924

Fonte: http://www.fortaleza.ce.gov.br/cultura/rede-de-bibliotecas-municipais

Read Full Post »

Acervo de livros e periódicos voltado para áreas de Desenvolvimento Regional, Economia, Arte, Cultura e Literatura além de mapas, dicionários, enciclopédias gerais e específicas.

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DA BIBLIOTECA

Terça à Sexta: 10h às 19h

Sábado: 10h às 14h

OBS: Em virtude das programações, musical e infantil, a permanência até as 19h, às sextas e sábados, fica a critério do usuário.

Jornais, bolsas, pastas ou similares devem ser colocados no guarda-volumes.

 

Rua Conde D’Eu, 560 Centro
Fortaleza – CE – CEP 60055-070
Fone: (85) 3464.3108
E-mail: cultura@bnb.gov.br

Read Full Post »

Para quem tem interesse em aprender Libras (Dicionário da Língua Brasileira de Sinais), conhecer ou aprimorar os seus conhecimentos acessem este link: http://www.acessibilidadebrasil.org.br/libras/.

Quem não encontrar o CD para download comenta ai que daremos um jeito de espalhar o conhecimento.

Read Full Post »

HUM? Como assim?

Read Full Post »

Teste de Admissão

Prova_2005.1

Gabarito_2005.1

Prova_2005.2

Gabarito_2005.2

Prova_2006.1

Gabarito_2006.1

Prova_2006.2

Gabarito_2006.2

Prova_2007.1

Gabarito_2007.1

Prova_2007.2

Gabarito_2007.2

Prova_2008.1

Gabarito_2008.1

Prova_2008.2

Gabarito_2008.2

Prova_2009.1

Gabarito_2009.1

Prova_2009.2

Gabarito_2009.2

Prova_2010.1

Gabarito_2010.1

Prova 2010.2
Gabarito 2010.2

Prova 2011.1
Gabarito 2011.1

Prova 2011.2
Gabarito 2011.2

Prova 2012.1
Gabarito 2012.1

Prova 2012.2

Gabarito 2012.2

Prova 2013.1

Gabarito 2013.1

Prova 2013.2

Gabarito 2013.2

Gabarito 2013.2 – Após Recurso.

Prova 2014.1

Gabarito 2014.1

Gabarito 2014.1 – Após Recurso.

Prova 2014.2

Gabarito 2014.2

Gabarito 2014.2 – Após Recurso.

Prova 2015.1

Gabarito 2015.1

Gabarito 2015.1 – Após Recurso.

Prova 2015.2

Gabarito 2015.2

Gabarito 2015.2 – Após Recurso.

Read Full Post »

Older Posts »